Reserva de Emergência: Entenda o Que é e Qual a Sua Importância

A reserva de emergência é fundamental para quem busca um futuro mais tranquilo. Dessa forma, saiba que essa tarefa deve ser planejada de forma antecipada.

Assim, você precisa entender qual a importância dela e onde investir corretamente. Então continue a leitura do artigo para compreender as vantagens de construir essa reserva.

Descubra o Que é Reserva de Emergência e Onde Investir

O que é uma reserva de emergência?

Em resumo, essa reserva consiste em um dinheiro que a pessoa guarda pensando no futuro. Com isso, entenda que esse valor pode ser usado nas despesas.

Desse modo, você evita maiores dificuldades que poderiam surgir. Além disso, saiba que a reserva de emergência é fundamental para suas finanças. Pois, ela lhe ajuda a ter uma maior segurança e organização.

De fato, esteja ciente de que todas as pessoas deveriam ter uma reserva emergencial. Entretanto, muitos indivíduos acabam não separando esse dinheiro destinado a essa tarefa.

Ao passo que isso prejudica bastante o seu próprio planejamento futuro. Por certo, qualquer tipo de investidor precisa estar atento a tudo isso. Já que essa reserva impede com que você tenha dívidas.

Vale ressaltar que o valor poupado não é padrão. Uma vez que cada pessoa possui necessidades e estilos de vida diferentes. Então, você precisa levar isso em conta no momento de criar a sua reserva de emergência.

Assim, compreenda que geralmente os valores precisam acompanhar os gastos. Um exemplo seria uma pessoa com R$ 4 mil de despesas todos os meses.

Nesse sentido, num período de 6 meses, ela teria uma reserva de R$ 24 mil. Para que todas as necessidades durante esse período pudessem realmente ser cobertas.

Onde investir para criar uma reserva de emergência?

Sem dúvida, se você quer criar essa reserva deve pensar na liquidez. Pois, entenda que esse é um dos pontos chaves para ser bem sucedido nessa questão.

Dessa maneira, esteja ciente de que a reserva de emergência precisa estar acessível. E isso só pode ser feito através de investimentos que permitam obter o dinheiro rapidamente.

Afinal, a liquidez de um ativo, nada mais é do que permitir o saque dele. Por esse motivo, você precisa evitar os títulos de renda fixa com prazo mais longo. Já que eles irão demorar mais tempo para trazer retornos.

Além disso, entenda que a volatilidade dos investimentos também é prejudicial. Sendo que o ideal é que você busque títulos mais seguros. De tal forma que sejam papéis onde os prejuízos sejam menores.

Como resultado disso, esteja ciente de que a renda variável não é uma opção favorável. A reserva de emergência deve ser alocada em algum ativo que demonstre segurança.

Nesse caso, temos a poupança que se enquadra na categoria. Entretanto, a mesma acaba não gerando rentabilidade e isso não é interessante. Embora você possa contar com um local adequado para essa necessidade.

Os CDBs dos bancos digitais também podem ser uma boa alternativa. Pois, eles pagam até 100% do CDI com uma liquidez imediata. Porém, você deve estar atento se eles possuem o FGC.

Que é o Fundo Garantidor de Crédito, trazendo proteção ao seu patrimônio. Ademais, saiba que o Tesouro Selic é um dos mais seguros da categoria (renda fixa).

Outros tipos de investimentos para sua reserva de emergência

Os Fundos de Investimentos de renda fixa são bons para sua reserva de emergência. Assim, você terá os Fundos DI que podem trazer bons retornos. Enquanto que a estabilidade presente neles é mais elevada.

Contudo, entenda que as taxas também fazem toda a diferença. Ou seja, os gastos feitos pela administração de todos os processos. Por certo, entenda que quanto mais baixo esse valor melhor será para você.

O resgate do dinheiro deve ser rápido e com prazos definidos. Vale lembrar que é interessante observar cada título. Pois, nem todos conseguem oferecer essa liquidez de forma imediata. E a segurança  precisa ser avaliada para não termos prejuízos.

Dicas para criar a sua reserva

Agora que você já conhece a reserva de emergência aprenda a criar a sua. Dessa forma, saiba que o primeiro passo é organizar muito bem as suas finanças pessoais.

De tal modo que é necessário estar ciente dos seus ganhos e gastos. Para isso crie uma planilha e coloque todos esses números para verificar a situação atual.

Em seguida, observe se você consegue guardar um pouco do seu dinheiro. No caso, compreenda que a faixa ideal é de 30% dos seus créditos.

Então, guarde esse valor em investimentos que tenham boa liquidez. Além de serem mais seguros e rentáveis. Note que a reserva de emergência é uma tarefa imprescindível e que requer planejamento.

Ao investir esse dinheiro busque ativos que se enquadrem em seu perfil de investidor. Que pode ser desde conservados até arrojado. Embora os melhores investimentos para sua reserva sejamos os menos oscilantes.

Vale ressaltar que é importante priorizar os gastos realmente necessários. E guardar esse valor para cobrir despesas futuras ou os imprevistos. Entenda que tudo começa com uma organização financeira adequada.

Conclusão

Sem dúvida, você já deve ter compreendido a importância dessa reserva emergencial. Uma vez que ela ajuda em momentos de necessidade e garante um futuro mais tranquilo.

Por certo, a reserva de emergência é a melhor saída para driblar os imprevistos. De fato, saiba que essas necessidades podem surgir a qualquer momento.

E por isso é fundamental se organizar e manter o preparo para esses períodos. Vale ressaltar que o planejamento da aposentadoria é algo interessante. Só que é preciso avaliar todo o caminho até chegar a esse ciclo.

Caso tenha uma renda extra, procure guardar uma parcela dela. Ou aplique esse valor em algum dos investimentos citados acima. A montagem de uma carteira também é interessante para garantir um dinheiro futuro.

Por sua vez, a reserva de emergência é algo que todos deveriam priorizar. Já que ela é quem trará a solução dos problemas em tempos adversos. Desse modo, esteja ciente de que a liquidez dos ativos precisa de avaliação.

Pois, de nada adiantará investimentos em longo prazo que dificultam a retirada do dinheiro. Assim, analise as opções e verifique se realmente elas são favoráveis para você.

Portanto, crie uma reserva hoje mesmo e comece a poupar uma parcela dos seus ganhos. Somente dessa maneira é que será possível manter um melhor equilíbrio financeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *