Value Investing: O Que é e Como Posso Usar em Meus Investimentos

No mercado financeiro existe um conceito chamado de value investing. Dessa forma, saiba que ele consiste em uma estratégia específica. Onde os investidores podem buscar rentabilidade a longo prazo.

Assim, você deve entender que diversos grandes acionistas do mundo fazem uso deste método. Então é sobre isso que estaremos falando no artigo que irá trazer muitas informações interessantes.

Value Investing - O Que é e Como Posso Usar em Meus Investimentos

O que é value investing?

Em resumo, o value investing é um tipo de estratégia voltada para os investimentos. Desse modo, entenda que ele consiste na aquisição de ações com preços mais baixos.

Ao passo que o que vale realmente é o valor da empresa. E não somente o que seus ativos estão valendo no mercado. Com isso, você deve compreender que o objetivo é comprar as ações enquanto estão desvalorizadas.

Sendo que o value investing é voltado para o longo prazo. Já que durante esse período elas podem conseguir uma boa valorização. Nesse sentido, você estaria acreditando no potencial apresentado pela companhia escolhida.

De tal forma que se a sua escolha estiver correta, haverá muitas chances de lucros. Por certo, saiba que o buy and hold é muito comum neste tipo de estratégia.

Pois, esteja ciente de que processo funciona do seguinte modo:

  • Comprar os papéis das ações;
  • Guardar esses documentos por um determinado período, que pode ser de longo prazo;
  • Realizar a venda assim que houver a valorização dos ativos.

Além disso, você deve saber o que significa a tradução do value investing. Nesse caso, entenda que esse termo é chamado de investimento de valor. Pois, esteja ciente de que ele visa acreditar no potencial de uma empresa. E esperar que as suas ações possam se valorizar na bolsa de valores.

Como funciona o value investing?

Agora que você já compreendeu o conceito, vamos entender o funcionamento dele. Dessa maneira, saiba que esse investimento de valor pode ser feito através de alguns passos:

  • Escolher uma companhia que demonstre apresentar um bom potencial;
  • Fazer a compra das ações dela que estão na bolsa;
  • Enquanto que o preço dos ativos estejam baixos;
  • Visar o longo prazo, na busca de rentabilidade.

Ou seja, entenda que o value investing é voltado para as empresas. Sendo que os papéis das ações não são o foco no momento. De fato, compreenda que o investidor aposta que haverá um crescimento a longo prazo.

Por certo, você será um sócio e passará a acompanhar o andamento da instituição escolhida. Ao passo que as negociações de compra e de venda ficam em segundo plano.

Uma vez que você é quem irá decidir quando comercializar os papéis na bolsa. Assim, a sua atuação será de acionista, vivenciando o crescimento da empresa.

De acordo com o mercado financeiro, saiba que muitos dos grandes investidores atuam dessa maneira. Fazendo o uso do value investing e usufruindo dos seus benefícios.

Qual a fórmula aplicada no value investing?

Embora não exista uma fórmula específica, você pode fazer a análise de uma companhia. De tal modo que estão presentes 4 tipos de indagações que você deve fazer:

  • Escolha apenas as empresas em que realmente confie;
  • Faça uma análise fundamentalista, para encontrar ativos desvalorizados;
  • Cautela é importante e ajuda bastante no processo;
  • Seja um acionista e observe o andamento da companhia escolhida.

Sem dúvida, você precisa entender que o value investing tem que ser aplicado corretamente. Para que os resultados possam ser os mais favoráveis possíveis.

Aplicando o value investing nas ações

Você já deve ter entendido como funciona o value investing e seus objetivos. Entretanto, saiba que ele é aplicado nas ações presentes na bolsa de valores. Assim, são realizados alguns processos no mercado que consistem em:

  • Uma companhia faz um IPO na bolsa;
  • Essa oferta pública inicial, concede ações aos investidores interessados;
  • Comprando os papéis eles se tornam acionistas sócios dela;
  • Haverá as negociações das ações (mercado secundário);
  • O value investing pode ser incluso em qualquer um destes processos;
  • Ocorre a análise da empresa escolhida;
  • Utiliza-se uma análise fundamentalista;
  • Se houver potencial, o investidor guarda os papéis;
  • Vendendo eles posteriormente em um momento oportuno.

Warren Buffett e o value investing

Um dos maiores investidores do mundo é Warren Buffett. Já que ele conseguir construir o seu patrimônio através da bolsa de valores. Nesse sentido, a empresa dele também tem um exemplo de value investing.

Assim, saiba que ela comprou muitas ações da companhia Coca-Cola. Pois, entenda que ele é muito fã do produto e da marca. Com isso, o value investing foi aplicado mediante a identificação dele com a empresa.

Uma vez que o mesmo acredita no potencial apresentado por ela. De fato, saiba também que as small caps podem ser uma excelente oportunidade. Devido ao fato de que você pode conseguir rentabilidade se elas crescerem.

Pois, esteja ciente de que elas podem inovar e com isso alcançar algum prestígio. Nesse sentido, Buffett é um dos defensores da chamada análise fundamentalista.

Ou seja, entenda que ele tem essa estratégia como sendo sua principal maneira de investir. De tal forma que esse investidor aplica o seu dinheiro nos ativos. E atua como se ele fosse o dono da empresa.

Por certo, você deve entender que ele não quer ser apenas um acionista. Seu objetivo é justamente ser um sócio do negócio em questão. Nisso, é possível verificar a importância do value investing para o Warren.

Como posso aplicar o value investing em meus investimentos?

Agora que você já compreendeu esse termo, chegou a hora de saber utilizá-lo. Desse modo, saiba que o processo acontece mediante a compra das ações. Então, você precisa fazer os seguintes passos:

  • Crie uma conta em alguma corretora de valores;
  • Utilize o Home Broker;
  • Analise e encontre ações que estejam com valor baixos;
  • Guarde os papéis por um certo tempo;
  • Faça a venda deles no momento certo, onde as ações estão valorizadas.

Assim, você terá os lucros obtidos mediante a essa operação. Além disso, esteja ciente de que estará escolhendo empresas na qual tenha afinidade.

Por esse motivo, entenda que o ideal é filtrar as companhias que parecem mais promissoras. E ter a paciência para ficar com os papéis até que eles tenham mudanças favoráveis.

Sem dúvida, o value investing requer do investidor a calma para aguardar o longo prazo. Portanto, você pode começar a conseguir rentabilidade através deste processo. Basta apenas analisar e estudar corretamente as empresas e esperar pelos retornos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.