Como Investir no Exterior? Vale a Pena?

Muitas pessoas querem saber como investir no exterior de maneira eficaz. Dessa forma, é importante que você saiba que existem diversas oportunidades que podem ser aproveitadas.

Assim, esteja ciente de que muitos investimentos podem gerar lucros aos investidores. Então é sobre isso que estaremos falando nesse artigo a respeito do assunto em questão.

Como Investir no Exterior - Vale a Pena

Investir no exterior é uma boa escolha?

Embora esse tipo de atividade pareça distante da realidade brasileira, ela é muito interessante. Pois, permite com que os investidores possam ganhar dinheiro através de outros ativos e moedas.

De tal forma que você só precisa observar se o seu perfil é adequado. E também conhecer quais são as regras e questões para se investir no exterior. Além disso, saiba que montar uma carteira é ideal para quem busca um patrimônio futuro.

Nesse sentido, acredite na diversificação dos ativos para que os resultados sejam equilibrados. Ou seja, seu dinheiro precisa estar em investimentos que possam realmente trazer retornos.

Ao passo que você pode optar por investir no exterior para aproveitar as oportunidades atuais. Dessa maneira, compreenda que são muitas as opções, tais como:

  • Ações;
  • Imóveis;
  • ETFs (bolsa americana, Nasdaq, entre outros).

Por certo, investir no exterior é bastante vantajoso, já que as moedas são outras. Com isso, é possível conseguir rentabilidade através do dólar que é uma moeda forte. Nos próximos tópicos estaremos trazendo mais informações para ajudar você a realizar essa tarefa.

Quais são as principais vantagens?

Sem dúvida, você deve conhecer os benefícios que podem ser obtidos ao investir no exterior. Pensando nisso, conheça as principais vantagens apresentadas:

  • Carteira diversificada: Isso ajuda a aumentar as chances de rentabilidade e diminui os riscos;
  • Contar com moedas mais efetivas;
  • Resultados e retornos muito melhores;
  • Ingressar em outras economias.

Assim, esteja ciente de que investir no exterior é algo que os investidores deveriam fazer. Já que você montaria uma carteira diversificada e minimizaria os riscos de certos ativos.

Pois, se alguns deles não renderem, os outros irão compensar os prejuízos. Dessa forma, invista no exterior para que a sua carteira possa se fortalecer. Com toda a certeza você verá as vantagens de realizar esse processo.

Como fazer para investir no exterior?

Agora que você já compreendeu o conceito e seus benefícios, vamos aprender a investir. Para isso saiba que é necessário realizar alguns passos que são os seguintes:

  • Consulte profissionais ou especialistas;
  • Faça uma conta direto no exterior;
  • Selecione os investimentos;
  • Saiba quanto dinheiro será necessário para investir;
  • Conheça todas as regras para declarar corretamente os valores.

A fim de facilitar a sua compreensão vamos explicar cada passo detalhadamente. Isso ajudará você a investir no exterior com tranquilidade e da forma correta.

Em primeiro lugar esteja ciente de que é necessária uma boa orientação. Então, busque profissionais que possam lhe ajudar com dicas e conselhos. Contudo, compreenda que essas pessoas necessitam estar credenciadas através da CVM.

Em seguida, busque uma corretora ou instituição que lhe permita abrir uma conta. De fato, você terá de escolher locais que sejam de confiança e confira as regras.

Outro ponto importante que você precisa analisar são os investimentos escolhidos. Pois, investir no exterior é parecido com a operação que é feita no Brasil.

Entretanto, saiba que cada país tem suas leis e isso precisa ser observado. Por fim, conheça os valores que você tem a sua disposição para investir. Desse modo, mantenha a realização de aportes e estude todos os seus investimentos. E não se esqueça de declarar o Imposto de renda!

Investindo em ETFs americanos

Em resumo, saiba que os ETFs são um tipo de fundo com negociação na bolsa. Com isso, esteja ciente de que a composição dele pode conter:

  • Ações;
  • Renda fixa (títulos);
  • REITs;
  • Moedas;
  • Commodities (mercadorias);
  • Entre outros tipos.

Nisso, você pode investir no exterior utilizando os ETFs na busca por melhores resultados. Porém, saiba que nesse tipo de processo as compras e vendas são diferenciadas.

Ou seja, você vai atuar com as cotas que pertencem aos outros investidores. Ao passo que o ETF atua como um fundo de investimento. Tendo como diferencial os seguintes pontos, confira:

  • Possuem um tipo de índice para sua referência;
  • A negociação deles é feita na bolsa de valores.

Saiba também que existem alguns ETFs na bolsa de valor Nasdaq. Assim, você pode aplicar o seu dinheiro em ativos do tipo. Além disso, esteja ciente de que os ETFs listados são muitos é só escolher corretamente.

Veja um exemplo de Fundo de Índice e a sua cotação atual:

  • IT Now S&P500 TRN SPXI11: R$ 222,32.

Sem dúvida, entenda que a bolsa americana apresenta muitos tipos de ativos rentáveis. De tal forma que investir no exterior é excelente para quem busca novos caminhos.

Conforme você leu no artigo, para ingressar no mercado exterior é necessário criar uma conta. Então, consulte uma corretora que permita realizar essa tarefa e entenda todas as exigências.

Em seguida, separe o dinheiro que será destinado para essa tarefa e efetue as compras. Não se esqueça também de estar sempre analisando e estudando o mercado financeiro estrangeiro. Para que você saiba exatamente quando deverá comprar ou vender os ativos.

Vale a pena investir no exterior?

Logo após você ler o artigo, com certeza já deve ter chegado a uma conclusão. Dessa maneira, compreenda que investir no exterior é uma grande forma de buscar rentabilidade.

Além disso, esteja ciente de que isso ajudará na diversificação da sua carteira de investimentos. Enquanto que as moedas de outros países podem trazer lucros mediante a valorização delas.

Por certo, as cotas dos ETFs permitem com que mais investidores possam participar. Uma vez que você teria dificuldades para investir pouco dinheiro, caso quisesse o ativo completo.

Veja alguns dos ETFs mais utilizados no mercado exterior:

  • Ações;
  • Renda fixa;
  • Commodities;
  • Moedas;
  • Alternativos (variados);
  • Alavancados (índices);
  • Multi-ativos;
  • Inversos;
  • ETFs dos próprios ETFs;
  • Hedge (câmbio).

Portanto você pode investir no exterior com segurança através de uma boa corretora. Assim, terá acesso a vários ativos do mercado que podem lhe trazer uma rentabilidade futura. Então, comece hoje mesmo e monte a sua carteira incluindo investimentos de fora do país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *